DAS PAREDES PARA AS SUAS ROUPAS: A ESTAMPA DE AZULEJO PORTUGUÊS

13/09/2013 | Camila Rehbein

Não é preciso pesquisar muito longe para saber que as estampas vêm com tudo na temporada primavera/verão 2014. Apenas cinco minutos dedicados ao Google e diversas idéias e inspirações vem como enxurrada em nossos olhos e em meio a tanta informação, você pode se perguntar: como vou fazer para usar isso? Combina comigo? Em que loja eu posso comprar uma roupa com estampa igual?

Foto: Reprodução

| Pinterest

Um bom exemplo de toda essa febre de estampas está na tendência mais quente do verão: a estampa de azulejo português. Em primeiro lugar os azulejos são uma das expressões mais fortes da cultura de Portugal. A sua utilização também é comum em outros países como Espanha, Itália, Holanda, Turquia e Marrocos, mas de acordo com o Instituto Camões em Portugal a utilização dos azulejos assume papel importante no contexto universal da criação artística, sendo utilizado sem interrupção durante 5 séculos. “Em Portugal, o azulejo ultrapassou largamente a mera função utilitária ou o seu destino de arte ornamental e atingiu o estatuto transcendente de arte, enquanto intervenção poética na criação das arquiteturas e das artes”, afirma o historiador, Paulo Henriques.

Fachada azulejada em Portugal / Foto: Reprodução

Fachada azulejada em Portugal | Pinterest

O Brasil nessa história toda também foi amplamente influenciado por essa ornamentação, já que desde o surgimento das capitanias hereditárias, em 1549, artistas e artífices responsável por dar um toque civilizador em nossas terras trouxeram como bagagem a formação estética europeia. No século XVII, os azulejos trazidos para o país eram de origem mulçumana e foram chamados de tapetes, de cores triconômias estavam presentes as cores amarela, azul e branca e com ornamentações geométricas, laçarias, arabescos e motivos florais estilizados de técnica majólica.

Apesar dos nomes complicados, essas peças ornamentais atravessaram o tempo e, em vez de “vestirem” paredes, se tornaram fonte de inspiração para roupas e coleções de moda e prometem vestir você nesta temporada que está em contagem regressiva para começar. Os primeiros estilistas a apostarem nas estampas de azulejo português foram Roberto Cavalli, em sua coleção Resort 2013 e Valentino com sua coleção Inverno 2013.  No Brasil, a estampa marcou presença no desfile de verão 2014, da marca Têca por Helo Rocha.

Just Cavalli - Coleção Resort 2013 / Montagem: Camila Rehbein

Just Cavalli – Coleção Resort 2013 | Ag. Fotosite

Valentino - Inverno 2013 / Montagem: Camila Rehbein

Valentino – Inverno 2013 | Ag. Fotosite

Desfile Têca por Helo Rocha - Verão 2014 | Ag. Fotosite

 Têca por Helo Rocha – Verão 2014 | Ag. Fotosite

Mas ao falar sobre o assunto, a consultora de imagem Claudia Piantini levanta uma questão importante na hora de utilizar as estampas: como se diferenciar com algo tão igual para todos? Claudia explica que regra sempre existe na hora de usar qualquer coisa, mas que o ponto principal é utilizar o bom senso e ter consciência da imagem que se quer passar. “Se você optar em usar um conjuntinho com a estampa de azulejo e formar um look harmonioso está valendo. A estampa cria uma ilusão de ótica, então a pessoa precisa ter consciência de si e tomar cuidado com a forma no todo”.

Foto: Pinterest

Foto: Pinterest

Foto: Pinterest | Mayara Megiolaro

Foto: Pinterest | Mayara Megiolaro

________________________________________________



Deixe uma resposta